Notícias - AGCZ reverencia a memória de um dos pioneiros do zebu: Motta

03/01/2019


Faleceu no mês de dezembro, em Goiânia, o empresário e pecuarista Sebastião José da Motta aos 100 anos de idade. Motta, (como era chamado), era natural da cidade de Santa Cruz de Goiás. Foi o primeiro a implantar uma rede de óticas em Goiânia (Óticas Motta), além de atuar como empresário no ramo de eletrodomésticos com a General Novilar.

Outro grande triunfo de Motta como empreendedor de sucesso foi na pecuária. Era um dos pioneiros em Goiás como criador da raça Gir e, mais tarde, da raça Nelore. O rebanho zebuíno em Goiás deve muito a Sebastião José da Motta pois, além de criador, ele foi um dos grandes articuladores para a criação da Associação Goiana dos Criadores de Zebu – AGCZ, entidade que é hoje uma das maiores do Brasil em registro genealógico de zebus.

A AGCZ foi implantada em Goiás, com sede no Parque da Pecuária em Goiânia, no ano de 1972. Motta foi o seu primeiro presidente, permanecendo no cargo até 1975. Ele também foi responsável pela realização da Expoinel, a pedido de criadores de peso como João Yano, Vivaldo Ribeiro Guimarães, Constantino Cunha Guimarães e outros. Essa Exposição de Nelore é referência em Goiás.

Sebastião José da Motta também fez parte das diretorias da ABCZ e da Associação Brasileira dos Criadores de Gado Gir, da qual foi vice-presidente do famoso criador Celso Garcia Cid, outro pioneiro que importou zebus da Índia para suas fazendas no Estado do Paraná.

Com a criação da AGCZ, a pecuária zebuína em Goiás começou a se fortalecer motivando criadores a investirem em plantéis e também em genética. Um dos grandes incentivadores da pecuária em Goiás foi o governador Leonino Di Ramos Caiado, essencial para a construção do Parque de Exposições Pedro Ludovico.

Sebastião José da Motta ganhou “carta branca” do governador Leonino para motivar exposições de gado em Goiás. Motta, com outros criadores, visitou os principais estados brasileiros onde existem boiadas zebuínas, convidando criadores para as mostras em Goiás. A partir dessa iniciativa, o estado não foi mais o mesmo. Hoje tem grande visibilidade em termos de genética e é referência nacional.

Motta faleceu deixando a esposa Elza Motta, 3 netos e 4 bisnetas. Seu único filho, Lucas Motta, faleceu há alguns anos.

Essa homenagem a Sebastião José da Motta pelo Fundepec-Goiás é feita também em nome de suas entidades mantenedoras: Associação Goiana dos Criadores de Zebu – AGCZ; Associação Goiana de Avicultura – AGA; Associação Goiana de Suinocultura – AGS; Sindicato das Indústrias de Carnes e Derivados no Estado de Goiás – Sindicarne; Sindicato das Indústrias de Laticínios no Estado de Goiás – Sindileite; Sociedade Goiana de Pecuária e Agricultura – SGPA, Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Goiás – FAEG e Sindicato e Organização das Cooperativas em Goiás – OCB.

Texto: Fundepec- Goiás